Há quem goste delas curtas, há quem as aprecie mais longas, mas para nós o tamanho não importa, uma história merece sempre ser contada.

segunda-feira, 20 de julho de 2009

O Palpitar da Paixão: na casa do Carvalho.

O Sr. Carvalho não era de todo o que Gina imaginara. Tinha-o idealizado como um homem envelhecido pela perda, velho. A sua viuvez associada com a sua fama de incurável irascível tinham incrustado na mente de Gina a imagem de um velho chato, rezingão e insuportável. Mas não era esse homem que se detinha em frente a ela. Em vez disso, o Sr. Carvalho revelara-se um homem de porte. Alto, musculado, com o cabelo levemente grisalho e farto, penteado naturalmente para trás dando relevo aos seus olhos castanhos, de olhar duro. O nariz longo revelava algumas mazelas de lutas antigas e a boca era fina. Gina sentiu o magnetismo animal daquele homem ao mesmo tempo rude e imponente. Recompôs-se:
-Desculpe. O meu nome é Gina e venho candidatar-me ao lugar de governanta desta casa.
A sua voz saiu firme e confiante, muito embora Gina sentisse todo o seu corpo a tremer
-Pois bem. Eu sou o dono desta casa. Pode chamar-me Sr. Carvalho. Passemos então à entrevista.
-Aqui?
-Qualquer lugar serve. Se não estiver satisfeita, pode voltar para de onde veio minha senhora.
-Pois bem, comecemos.
-Tem experiência na função a que se candidata?
-Bom, tenho estado a tomar conta da minha própria casa nos últimos 10 anos. Penso que que isso se pode qualificar de experiência.
-Minha senhora, se vem para fazer perder o meu tempo...
-Não, de todo Sr. Carvalho. Acredito que posso prestar um bom serviço na sua casa e ser uma referência para todos os criados e as suas visitas. Aprendi a estar presente sem ninguém dar por mim.
Este argumento pareceu agradar a Carvalho. Abriu um sorriso trocista.
-Veremos. A senhora dona...
-Gina.
-...pois, Gina. A senhora tem uma figura muito elegante, isso é certo. Fica com o trabalho.
-Desculpe, mas está a oferecer-me o trabalho pela minha figura. Isso é...
-Quer ou não o lugar?
-Sim...
-Amanhã às 8 servem o pequeno almoço. Quero vê-la junto à mesa.
Carvalho virou as costas a Gina sem mais uma palavra e afastou-se. Gina permaneceu imóvel no caminho observando aquele homem a afastar-se e deu por ela fixamente a olhar para as costas largas daquele homem com as suas calças de ganga gastas bem justas.
(Desculpem mas não me contive... chamem-lhe ejaculação precoce!)
Desculpa Melissa, a próxima é tua!!

12 comentários:

Ana C. disse...

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH
Sabes que o marido da Melissa é Carvalho?!!!! Por isso só no fim percebi que tinhas sido tu a escrever.
Então o Carvalho com calças de ganga tão justas que entram pelo rego é que é o dono da Propriedade com nome britânico???!!!
Hilariante :)
Daqui para a frente é a anarquia total, se alguém se sentir impelido a roubar a vez ao outro, que se lixe, força :)

Miguel disse...

Desculpem meninas, foi um impulso!! O marido da Melissinha é Carvalho?? AHHHHH
Usei o nome apenas pela sua associação fonética óbvia com o vernáculo para pénis!!!

Kitty disse...

Com Carvalho ou sem Carvalho isto está a ser uma história do c___araças ahahahahahaha estou a adorar ahahahaha
Quero ver a Gina enrolada com o Carvalho, escrevam rápido ahahahahaha :o)

Nuvem disse...

looool
eu adoro
e adoro que roubem a vez... para não nos deixarem a nós, leitoras(es) ávidos a penar pela continuação.
parabéns Miguel :)

Melissinha disse...

hahahah eu SABIA que o Miguel não se ia conter.
Ainda não li, mas agora de certeza que tenho um texto bem mais porco para continuar, né?
Raios partam.
Vou ler.

Melissinha disse...

Eu a pensar que vinha aí cenas porcas!

Melissinha disse...

Eu morri dum tiro na última história, não se lembram? O Sr. Carvalho sem dúvida enviuvou.

Miguel disse...

Melissa, não querias que eles se enrolassem logo no primeiro encontro... eu também estou mortinho que eles se enrolem mas, haja decência!!!
(Não te esqueças, eles vão reencontrar-se à mesa do pequeno almoço... ui, tantas fantasias que me assolam envolvendo uma mesa e um pequeno-almoço!!)

Melissinha disse...

há toda uma noite pela frente, meu amigo, toda uma noite...

Ana C. disse...

Melissa e se continuas por aqui pela zona dos comentários eu vou-me fazer à história e roubar-te a vez despudoradamente :)

Clementine Tangerina disse...

Cá pra mim quem escreve primeiro, ainda vou ser eu....aiii melissa toca a dar aos dedinhos!

Melissinha disse...

Amanhã sem falta. Já tenho o esquema esquematizado.
Não me lixem, agora soy yo!