Há quem goste delas curtas, há quem as aprecie mais longas, mas para nós o tamanho não importa, uma história merece sempre ser contada.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Deita cá pra fora!!

"E eu, e eu?" dizia numa voz tão fina que arrepiava, o pénis agora separado do seu amo e senhor De Netherfield, "E agora quem me afaga, quem me dá carinho? Sinto-me tão sozinho..." enquanto derramava lágrimas espessas e leitosas do seu olhinho único, qual Cyclops fálico.
(Não tenho o que escrever no "Cheirinho...")

3 comentários:

Melissinha disse...

ASSUSTEI-ME E FUGI.

Ana. disse...

Isto começa a parecer um filme do David Lynch!!
Agora até temos (salvo seja) um pénis que fala!! Que eles pensavam já eu sabia, agora que verbalizavam, é novidade para mim!!
Vou ficar mais atenta!!

;)

Nuvem disse...

LOOOOL Miguel